Vou dar a minha opinião, baseado na experiência que venho adquirindo ao longo dos anos, como professor de Educação Física, treinador de Triathlon e atleta.

O destreino ocorre quando há a interrupção da atividade física. Se pensarmos no atleta, por exemplo, o mesmo define objetivos ao longo da temporada e inicia um ciclo que irá durar X semanas, de acordo com a prova alvo e o quão distante ela se encontra, a partir do ponto de partida. Geralmente após essa prova alvo (vamos pensar no 70.3 Rio, por exemplo, que ocorre em novembro), teremos um calendário mais tranquilo, sem provas importantes, no contexto do triathlon. Neste momento, em um planejamento, fazemos um mesociclo recuperativo. Seria uma forma de recuperar o atleta , realizar a transição para a próxima temporada e, então, iniciarmos um novo ciclo.

Quem faz triathlon e, sobretudo, provas de longa distância, sabe o quanto abrimos mão de diversas coisas durante a preparação e o quanto essa preparação demanda horas semanais de treino. Problemas ocorrem, ajustes na programação são feitos, situações inesperadas surgem e , ao final de um ciclo, o atleta só pensa em descansar.

Agora prometo falar no destreino….

O destreino ocorre quando o atleta, após o final da temporada, informa que irá dar um tempo nas planilhas (ou no treinamento), dizendo que o retorno será breve que, neste período, irá aproveitar e curtir um pouco a vida.

Esse tipo de interrupção, sem programação ou que não seja gradativo, implica em perdas significativas de performance. Todas aquelas adaptações nas quais somos submetidos (metabólicas, fisiológicas, inclusive, psicológicas) são perdidas com a interrupção total dos treinos.

O destreino deve ser algo programado e deve ser inserido na programação (meso recuperativo). Todos precisamos acordar um pouco mais tarde, ter um volume menor de treino em um determinado momento, sair para beber com os amigos, comer pizza, mas tudo isto deve ser programado e organizado. Os treinos continuam e uma forma de amenizar essas perdas é conversar com o seu treinador, estabelecer metas para o ano seguinte e criar uma rotina nova de treinos, mais leves, após a prova principal.

Tags:
Comment

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*